Atualizado 28/09/2017

Nos pênaltis, Cruzeiro conquista o pentacampeonato da Copa do Brasil

O Cruzeiro chegou ao quinto título da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, no Mineirão, o time venceu o Flamengo nos pênaltis por 5 a 3. No tempo normal, as duas equipes empataram em 0 a 0 – o confronto de ida havia terminado 1 a 1.

Cristiane Mattos / Light Press / Cruzeiro
Cristiane Mattos / Light Press / Cruzeiro

Mesmo com o apoio da torcida no Mineirão, os donos da casa encontraram dificuldades no primeiro tempo. O atacante Guerrero, em cobrança de falta, acertou o travessão do gol defendido por Fábio logo no início da partida. O susto acordou o Cruzeiro. Arrascaeta, que entrou em campo aos 4 minutos do primeiro tempo no lugar de Raniel, lesionado, teve a primeira chance dos mineiros. O chute saiu à esquerda do goleiro Alex Muralha

Tanto a Raposa quanto o Rubro-negro mantiveram um forte ritmo de jogo na etapa inicial. Os visitantes tinham em Guerrero a referência de ataque. Os donos da casa investiam na velocidade de Thiago Neves e Arrascaeta. Foi pelos pés dos dois que os mineiros quase saíram na frente no placar. Em cobrança de falta, Thiago colocou o goleiro do Flamengo para trabalhar. Depois, o uruguaio recebeu dentro da área, mas não conseguiu dominar e a bola parou nas mãos de Muralha.

 

Iguais até a decisão por pênaltis

 

No segundo tempo, o time mineiro ficou mais com a bola e criou oportunidades. O Flamengo sentiu a pressão inicial dos donos da casa, e tentou surpreender nos contra-ataques. Depois de cruzamento de Thiago Neves, o goleiro Muralha desviou a bola e Arrascaeta, de cabeça, perdeu a melhor chance da Raposa na etapa final. 

Nos pênaltis, Guerrero, Juan e Trauco acertaram para o Flamengo. O goleiro Fábio defendeu a cobrança de Diego. Henrique, Léo, Hudson, Diogo Barbosa e Thiago Neves marcaram para o Cruzeiro, que garantiu o pentacampeonato da competição.

Fonte: Diário Catarinense
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções