Atualizado 08/10/2018

Cooperativismo catarinense continua se destacando em nível nacional

O cooperativismo catarinense mais uma vez será destaque em nível nacional. São frequentes nossa participação e reconhecimento por outros estados, do trabalho de união e integração aqui desenvolvido, até muitas vezes provocando ciumeira quando ressaltado em eventos que mostram a pujança do cooperativismo catarinense. Com certeza não somos os maiores, até pela nossa estrutura fundiária e empresarial, e nem somos os únicos, mas a nossa coesão e humildade, com certeza tem sido a marca do sucesso que alcançamos.

 

É evidente que quanto menor a infraestrutura dos associados, menor a cooperativa, maior a necessidade de união. Talvez seja essa a razão do nosso sucesso. Não apresentamos grandes cifras econômicas, mas para o público que atendemos somos considerados eficientes e indispensáveis. Em todos os ramos do cooperativismo.

 

No próximo dia 30 de outubro mais uma vez nossos dirigentes desfilarão na passarela do sucesso em Brasília. A OCB realiza cada dois anos o projeto SomosCoop, que possibilita que as cooperativas de todos os ramos se inscreverem e apresentem seus cases de sucesso.

 

Seguindo regras estabelecidas em normas próprias, uma comissão externa integrada por técnicos e lideranças de diversos órgãos de Brasília escolhem os melhores projetos de sete categorias que podem mostrar o que fazem no cooperativismo e os benefícios que o sistema proporciona nas comunidades.

 

Nesse ano o Estado catarinense conseguiu ser finalista com cinco cooperativas. Número expressivo se consideramos a proporcionalidade em nível nacional. Do nosso Estado, 42 projetos participaram do concurso e nessa proporção ser finalista em cinco é bastante importante.

 

A Fecoagro mais uma vez participa da seleção e no final de outubro disputará com outras cooperativas o título de mais importante do País no processo de intercooperação.

 

Em cada categoria, são finalistas três cooperativas e a classificação de cada uma somente ocorrerá no dia da premiação, 30 de outubro. Estão concorrendo além da Fecoagro, no grupo de intercooperação, uma cooperativa mineira e outra de Brasília. Já nos demais categorias, de SC concorre a Unimed de Busque; a Ailos de Blumenau; o Colégio CEM da Cooperativa Magna de Concórdia e o Sicoob Creditapiranga.

 

Nenhuma delas, por enquanto, sabe qual será sua classificação, mas no dia 30 serão anunciadas. Independentemente da posição que conseguirem já é um destaque em nível nacional serem classificadas num universo de 437 projetos, de 267 cooperativas brasileiras, merece realmente cumprimentos. Por isso sempre dizemos, não somos os maiores, mas somos certamente alguns dos melhores do Brasil. Isso tudo ocorre porque juntos somos mais fortes. Pense nisso.

© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções